segunda-feira, 1 de outubro de 2012

O Bom Pastor






“Eu sou o bom Pastor”, diz Jesus, e como “bom Pastor” dá tudo – que lhe apraz dar – a suas ovelhas. Ele as leva até gramas verdinhas, até as águas cristalinas e, à noite, vigiam-nas e as guarda do perigo. Este bom Pastor as defendem com sua própria vida!
Se analisarmos o emprego da palavra Pastor, notaremos que, em versículos anteriores a mesma palavra se encontra desta forma: pastor – consoante inicial da palavra em minúsculo – demonstrando, assim, ter o significado de um pastor qualquer; um pastor de ovelhas comum. Mas quando o Senhor volta para si mesmo dizendo que é o “bom Pastor”, não está querendo dizer que é um pastor qualquer de ovelhas – animais irracionais – mas por ter início a palavra em maiúscula nos mostra ser um nome próprio, ou até mesmo um título. Aqui, Ele nos quer mostrar que é Pastor, mas Pastor de um rebanho de homens e mulheres que o aceitam, para o mesmo os venham apascentar – cuidar, proteger do maligno. E Ele não é um pastor desapercebido, arrogante, mas é zeloso e humilde, características notadas no emprego do adjetivo bom referindo-se a Pastor e o predicado “dá a vida pelas ovelhas”.
Na realidade, Jesus - como Deus-filho, em primeiro lugar, em prova de puro e sincero, eterno e verdadeiro amor, fez-se:

ð Homem: um ser inferior aos anjos, tendo o livre arbítrio em suas mãos. Criatura que fora formada para ocupar o lugar de Lúcifer – o anjo caído – cujo o ódio por Deus é tremendo, tendo como alvo destruir o homem – imagem de Deus.
ð Pecador, maldito: O pecado de todas gerações – da que foi e da que iria de vir, até a consumação dos séculos – Jesus tocou sobre si. Isso significa que foi acusado dos pecados cometidos por toda a humanidade.
ð Dores, tristezas, cansaço: todas as doenças, depressões, angústias, problemas da humanidade inteira estava sobre Jesus, naquele momento da crucificação.
ð Doou-se: por último, cheio de pecados e dores, morreu por todos nós lá na cruz do calvário.

Jesus veio ao mundo como homem, mas não pecou; sujeito as mesmas dores, mas não se desviou do caminho, por Deus traçado. E como Ele mesmo declarou ser o bom Pastor, deu sua vida por sua ovelhas.
Maior amor que este não há, de se entregar por nós. O puro se fez maldito, o santo em pecador. E foi levado à morte, cheio de dores, cheio de pecado, que até Deus deu-lhe as costas, pois o pecado de toda a humanidade estava sobre Cristo, e Deus não pode olhar para o pecado, Deus não habita com o pecado. E morreu o mestre, e seu sangue limpou nossas vestes; agora Deus olha para nós e vê Jesus em nós, e se alegra – novamente – do homem. Mas essa verdade é apenas par aqueles que reconhecem Cristo e o aceitaram como Pastor, e sendo assim ovelhas obedientes de seu rebanho, estando atentas a Sua doce voz.





O que é ouvir a voz do Pastor?

Ouvi-lo é:

1º Obedece-lo em tudo;
2o Seguir seus passos e exemplos;
3o Confiar Nele a todo instante;
4o Respeitar as Sagradas escrituras.

O que é confiar em Jesus?
Confiar é entregar-se, por completo, sem receio ou reservas a Jesus. Entregar-lhe tudo quanto perturba sua mente e coração em suas mãos; sabendo e crendo que Ele levou sobre Si tudo, na cruz.
Essa mão poderosa, a mão de Jesus, vai onde e aonde não podemos ir, nem tocar. Mas Ele vai, sim Ele toca, e restaura os caminhos toruosos, e para o doente e aflito. Jesus pode, Ele deu-se por isso. Ele comprou a nossa redenção, e qual alto foi o preço de nossa vida, o quanto Lhe somos preciosos. O próprio Deus-filho veio ao mundo como nós. Humilhou-se sem precisar, e tudo isso por nós! Poderia ter mandado um anjo vir, mas não, Ele veio por nós, Ele se deu!
Devemos confiar nele, pois a maior prova de sua fidelidade já foi dada – sua morte na cruz.

“Entrega o seu caminho ao Senhor, confia nele, e ele fará”. Salmos 37.5

“Deleita-te também no Senhor, e te concederá os desejos do teu coração”. Salmos 37.4

O salmista Davi declara sua confiança em Deus, mesmo estando em grande tribulação e angústia. Ele continua a declarar:

“Deus meu, em ti confio, não me deixes confundido, nem que os meus inimigos triunfam sobre mim...”. Salmo 25.2

A continuação do versículo mostra que a fé e a confiança chega à Ele; então declara vitória:

“Na verdade, não serão confundidos os que esperam em ti, confundidos serão os que transgridem sem causa”. Salmo 25.3

Confiar é Ter fé e quem tem fé sabe esperar com paciência. Deus honra aquele que espera nele. O salmista declara isso em Salmo 40.1, que diz:

“e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor”.

Por estar no tempo passado nos relata que Davi já adquiriu a vitória – presente – e está testemunhando de algo vivenciado por ele.

A verdadeira ovelha, a obediênte, ouve a voz do Pastor, conhece tal voz, não se deixa enganar; esta ovelha espera com paciência, pois confia nEle.

Devemos declarar, assim como Davi declarou, no salmo 23, que o Senhor era o seu Pastor – de semelhante modo, “O Senhor” é nosso “Pastor”.

Jesus conhece as suas ovelhas e , as mesmas, em tudo, conhecem a voz dEle.

“Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas; e das minha sou conhecido (...). As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem”. João 10.14-27

Também, ao lermos no mesmo capítulo de João 10, nos versículos que vão do 1 ao 5, notaremos o seguinte:

ð A verdadeira ovelha ouve a voz do seu Pastor e a reconhece e o segue, obedecendo-o em tudo.

O pastor da ovelhas é Jesus.
O ladrão e salteador é o diabo.
As ovelhas são todos aqueles que servem ao Senhor de todo o seu coração, de todo o seu entendimento, com todo o seu ser, em espírito e em verdade, e O adora na beleza de Sua santidade. É também, aquele que ouve Sua voz e reconhece-ª

Maria reconheceu a voz de Jesus, seu Mestre – quando o mesmo havia ressuscitado – ao chamá-la pelo nome:

“Disse-lhe Jesus: Maria! Ela voltando-se, disse-lhe: Roboni (que quer dizer, Mestre)!”.

João 20.16

Esta é uma prova de que a verdadeira ovelha ouve e reconhece a voz do verdadeiro Pastor – que é Jesus.

Você ouve a voz do Mestre?
Você a reconhece?
Será que ainda, você, confunde-a com a voz do mundo?
Você obedece e segue seu amado Pastor – Jesus?
Você é uma ovelha de Jesus?
Você, realmente, confia em Jesus?

Neste estudo enfocamos Jesus – o nosso bom Pastor – aquele que cuida de nós, pega-nos no colo, cuida de nossas feridas, cura-nos e nos ama. Este bom Pastor está sempre pronto para nos ajudar, quando, assim, a Ele pedimos.
Ao falarmos nisso lembramos da parábola das cem ovelhas. Esta parábola tão maravilhosa nos mostra o zelo, amor e cuidado de Jesus por nossas vidas. Mesmo nós, longe... Ele ainda nos ama e vai em nossa busca. O Senhor vai em sua busca, pois Ele quer lhe curar, dar carinho e salvação. Mas para isso você tem que abrir a porta do seu coração, então, só depois Ele poderá entrar, limpar e habitar para sempre.

“Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove e não vai após a perdida até que venha a achá-la? E, achando-a, a põe sobre seu ombros, cheio de júbilo; e, chegando à sua casa, convoca os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrei-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida”. Lucas 15.4-6

Jesus, o bom Pastor, veio para nos salvar, curar-nos e nos levar para o céu.
Abra o seu coração e seja você também uma ovelha de seu rebanho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário