terça-feira, 12 de agosto de 2014

Ministério Infantil: Perguntas e Respostas





1. O que ensina as passagens seguintes sobre a educação dos filhos. Ex.12.26,27 Dt. 4.9,10; 6.4-7; 1.18,19.

 A Bíblia nos deixa bem claro que nós, como pais, devemos ensinar a nossos filhos sobre a Palavra de Deus. Em Êxodo percebemos este exemplo dos pais transmitindo a seus filhos as experiências vividas por Deus e seus santos ensinamentos.
Assim como também se confirma em Deuteronômio, ao qual Moisés, no texto Bíblico, desejava que o povo de Deus não se esquecesse de tudo o que viveram e o que viram Deus fazer; advertiu, assim, aos pais que contassem aos filhos os grandes milagres divinos. Provando, mais uma vez, a importância do ensinamento. Assim, como pais, devemos viver a palavra de Deus e as ensiná-las.
A chave para que nossos filhos aprendam a amar a Deus é que eles possam ver o nosso amor, dedicação e confiança ao Senhor, não apenas em vão palavras, mas sim em atitudes do dia a dia.

2. A importância que Jesus deu a criança em Mateus 18.1-14.

Jesus usou uma criança para um grande e importante ensinamento, ao qual revela a importância de uma simples criança para Deus. Assim, seus discípulos poderiam entender um pouco sobre os mistérios da salvação. Com isso, percebemos que apenas com a humildade e a sinceridade de um coração de criança poderemos herdar a terra.

3. Levando a criança a Cristo, quais as verdades fundamentais que a criança precisa saber?

Levando em consideração que as crianças aprendem de maneiras diferentes dos adultos, precisamos nos deter a um detalhe importantíssimo, que, quando falamos com as crianças é necessário usar outros tipos e técnicas de ensino diferentes a dos adultos; métodos que aproveitam seu estilo de aprendizagem.
Assim, notamos que as crianças têm a tendência de pensar mais concretamente que os adultos, e por isso muitos tentam pregar para elas usando objetos (apesar do fato de que muitas mensagens assim são abstratas demais para as crianças).
Por fim, após termos isso em mente, podemos passar para a segunda parte, que é falar sobre o plano de salvação. Este deve ser realizado de forma clara, trabalhando com o lúdico. Com isso, a criança entenderá com mais facilidade princípios primordiais que são: O evangelho da salvação (Quem é Deus); o evangelho (Quem é Jesus Cristo); o homem (pecado); apropriação (perdão e aceitação da verdade que é Cristo).

4. Alguns métodos que você pode usar para evangelizar uma criança

Eu gosto muito de trabalhar com o lúdico na hora de contar histórias. Poderia ser usada na hora de cantar a história fantoches ou, até mesmo, objetos do próprio local. O importante é mesmo você com que a criança consiga visualizar mentalmente o que você está contando.
Aprender através de jogos e músicas são outros métodos cognitivos, de suma importância, pois sabemos que algumas crianças detém o aprendizado, com mais facilidade, através do visual, outras através do auditivo, outras ainda através de trabalhos diferenciados. Então, para não errarmos, é bom mesclarmos todas estas formas de ensino em nossa ala, a fim de atingirmos mais alunos.

5. Qual o perfil do professor e evangelista de crianças?

O professor e evangelista de crianças deve ser uma pessoa dinâmica e bem humorada, pois criança não gosta de pessoas que vivem de cara fechada e mal humorada e, ao invés dele aproximar as crianças de Cristo, fará o contrário; a criança tem o costume de fazer comparações, e uma delas será de comparar a Cristo e seu Evangelho com a forma pela qual o seu professor se põe em sala e diante dele.
Uma vez estando nestes padrões, seguimos para uma segunda etapa, que está relacionada ao ensino propriamente dito. Assim, o verdadeiro ensino implica em mudanças. Para determinar a natureza dessa mudança, temos que olhar a palavra de Deus, ao qual nos remete a sermos santos, transformando-nos a imagem de Cristo e, assim, ensinarmos a palavra da verdade – que é Cristo.
Contudo, ressaltamos o fator mais importante que influi no aprendizado da criança é a vida e a personalidade do professor; o professor ensina através de: suas palavras; suas ações; sua personalidade.
Em suma, o Perfil do Professor deve ser dividido em: confiança; compromisso; aparência pessoal; postura; certeza de Salvação; caráter Cristão.

6. Quais as metas do professor e evangelista de crianças?

As metas do professor e evangelista de crianças As Metas principais do professor cristão são as seguintes: ver o Senhor Jesus exaltado, glorificado e enaltecido através do ensino da palavra; ganhar as crianças para Cristo com Salvador; guiar cada criança salva no estudo sistemático da Bíblia; treinar outros cristãos para ganharem crianças para Cristo; dar gloria a Deus em todas as coisas.

7. O que é uma lição bíblica?

Podemos descrever que a lição bíblica é a verdade espiritual, da qual se extrai de um trecho bíblico, por sua vez aplicado em sua vida, onde trará mudanças; pois, levamos a mensagem de Deus ao coração de cada uma das crianças ao qual está sendo alcançada.

8. Que tipos de histórias poderão usar na classe?

Contar histórias é um dos meios mais antigos e eficientes de comunicação. Assim, é fácil de concluir que toda faixa etária gosta de escutar uma boa história; Jesus usou tal método para o ensinamento do evangelho para seus discípulos e para o povo.
Com isso, podemos levantar a questão de que tipos de histórias que poderemos trabalhar em sala de aula. São elas: história bíblica; história missionária; história moral.

9. Quais as componentes chaves de uma história?

Primeiramente, levaremos em consideração a definição de história bíblica que é a história de um relato bíblico, ao qual tem como objetivo levar uma verdade espiritual para a criança.
Como componentes temos: introdução (este é o lugar onde você ganhará a atenção da classe ou perderá; esta deve despertar tanto a curiosidade de modo que fiquem atentos desde o principio); clímax ou resultado (este é o ponto culminante da história, onde se resolve o problema); conclusão ou desfecho (é aqui que a atenção dos alunos começa a diminuir). Não devemos nos esquecer de sempre olharmos diretamente nos olhos das crianças e de contar a historia com bastante entusiasmo.

10. Quais as estratégias evangelísticas para alcançar as crianças?

Temos várias estratégias evangelísticas, ao qual podemos citar, para alcançarmos as crianças, sendo elas: a EDB, o classe de cinco dias, classe de boas novas.
Todas elas devem ser elaboradas com muita dedicação e consagração, e, claro, com ajuda da igreja local.

11. Quais as razões para ensinarmos as crianças a memorizar a palavra de Deus?

Devemos levar as crianças a memorizarem a palavra de Deus, pois ela é de valor eterno, viva e eficaz; dando-nos conhecimento de Deus. A Palavra memorizada pode levar a pessoa à salvação (I Pe.1:23). Em contrapartida, podemos afirmar que versículos memorizados podem, ainda, guardar o salvo de pecar (Sl. 119:11) e prepará-lo para dar testemunho (I Pe. 3:15), bem como fortalecer a fé (Sl. 119:28).

12. O que é o culto infantil e o seu objetivo?

O culto infantil é um culto realizado na Igreja, em local apropriado com linguagem e programa em nível de compreensão das crianças. Assim, este tem o intuito de levar a criança a participar do louvor e adoração a Deus na Igreja com entendimento, crescendo no conhecimento do Senhor e de sua palavra. Para tal, a criança desenvolve atitudes corretas no seu viver diário e na igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário