terça-feira, 17 de maio de 2011

Deus em primeiro lugar

Aqueles que seguem a Cristo são conclamados a buscar acima de tudo o mais, o reino de Deus e sua justiça.
O verbo “buscar” subentende estar continuamente ocupado na busca de alguma coisa, ou fazendo um esforço vigoroso e diligente para obter algo. Cristo menciona dois objetos da nossa busca:

1º - O Reino de Deus


Devemos buscar diligentemente a demonstração do poder de Deus e da sua sabedoria em nossa vida e em nossas reuniões. Devemos orar para que o reino de Deus se manifeste no glorioso poder do Espírito Santo para salvar pecadores, para curar enfermos e para engrandecer o nome do Senhor Jesus.

2º - Sua Justiça

Com a ajuda do Espírito Santo, devemos procurar obedecer aos mandamentos de Cristo, ter a sua justiça, permanecer separado do mundo e demonstrar o seu amor para com todos.
Isso nos fica claro no versículo que diz:

“Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas”. (Mateus 6.33)

Buscar o reino de Deus implica por em segundo plano o nosso querer; não que venhamos a largar nossos estudos, emprego, etc, para realizar a obra de Deus. O que realmente venho exortar é sobre por, acima de tudo, o reino de Deus – ou seja, a vontade do Senhor – não as coisas terrenas. Realizar a obra de Deus sem reservas. Amar as coisas do Senhor em primeiro lugar.
Colocamos Deus, e o seu reino, em segundo lugar por várias vezes em nosso dia-a-dia. Um exemplo simples é que temos tempo para tudo (assistir por várias horas seguidas a filmes, novelas, documentários, etc, ouvirmos músicas mundanas, conversar com amigos...) e nunca arrumarmos tempo para Deus; não conversarmos com o Senhor. Quando arrumamos um tempo, este é tão pouco que é, na maioria da vezes, interrompido por outras coisas. Muitos de nós estamos dispersos a voz de Deus. Roubamos o dízimo diário do Senhor, e isso jamais deveríamos fazer.
A palavra de Deus no livro de Malaquias fala muito sobre isso. Você pode me dizer: Mas, eu oferto e trago o dízimo a casa do Senhor... Não me encaixo, entao, nessa descrição. Digo-lhes: Não é apenas os 10% do salário que deveis dar ao Senhor, mas também os 10% do seu dia. Ou seja, roubamos a Deus, muitas vezes no momento de comunhão diário que não temos.

“Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação”. Malaquias 3.9

A palavra é bem clara: Maldito aquele que rouba o Senhor. Se não quereis ser malditos a Deus, não o roubais então.
Muitas vezes a sua vida vira de cabeça para baixo e não sabe o que fazer, então, fica claro que, se não for uma permissão de Deus para crescimento espiritual, é uma brecha que o inimigo encontrou.

“E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra, e a vossa vida no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos”.
Malaquias 3.11

Se você não é fiel a Deus em seus dízimos, então, a porta estará aberta para o devorador entrar em sua vida.

Deve-se fechar a porta pedindo a Deus por tê-lo roubado nos seus dízimos e colocá-lo na posição que, realmente, o Senhor deve ter em nossa vida – primeiro lugar.

Buscar primeiro o reino de Deus é também ser-lhe fiel, assim como buscar a sua justiça – obedecendo-lhe seus mandamentos.
A palavra de Deus diz:

“Amarás, pois o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu poder”.
Deuteronômio 6.5

Este é o primeiro e grande mandamento do Senhor Deus. Ele anela comunhão com seu povo e lhe dá esse único mandamento, e indispensável, que vincula esse povo a Ele mesmo.
Estamos,verdadeiramente, cumprindo tal precioso mandamento?

Quem ama a Deus:

1º- Põe-o em primeiro lugar em sua vida
2º- Nega-se a si mesmo
3º- Obedece ao Senhor em todo tempo
4º- Confia nele
5º- Não o rouba nos dízimos
6º- não busca satisfazer suas próprias vontades, antes as de Deus
7º- Escuta a voz de Deus e não demora em realizar a sua vontade

São estes e muitos outros pontos, de quem ama a Deus, que poderiam estar sendo citados acima. Tais exemplos são nossos deveres para com aquele que por nós tem tanto amor – para com o nosso Deus.

Buscar, antes, a vontade de Deus

Falamos por diversas vezes: Farei o que Deus quer depois que eu estiver mais velho; ou quem sabe, depois que eu me formar... Agora tenho muita coisa para realizar... Tenho tanto o que fazer que não conseguirei realizar a obra de Deus neste atual momento, deixarei para depois resolver o mesmo, então, só depois, estarei livre e disponível para Deus.
Muitas são as desculpas que damos e muitas são as barreiras, por nós mesmos, impostas para que não venhamos a realizar a obra de Deus.
Em vez de tentarmos justificar com desculpas, como as citadas anteriormente, deveríamos orar a Deus e pedir para Ele que nos ensine a concluir nossos afazeres e a sua obra.
Para fazer a obra de Deus não é preciso largarmos nosso emprego, ou estudos... Lá, onde estamos, poderemos realizar esta tão grandiosa obra. São essas as maneiras encontradas:

1º- Com nossos atos
2º- Demonstrando amor e paciência com o próximo
3º- Falando, quando possível, do amor de Deus

E com muitas outras maneiras mais que encontramos, sendo sempre luz no meio da escuridão em que se encontra o mundo.

“...vós sois a luz do mundo”. Mateus 5.14

Você, onde está e aonde vais, deve colocar Deus em primeiro lugar em sua vida.

Nossa oração deve ser: Senhor, antes mesmo que realizes os meus sonhos, os desejo do meu coração, minhas petições, que são agradáveis a ti e benção para a minha vida, eu quero que realizar a tua obra. Capacita-me para, assim, fazê-lo.

Que isto venha ser o nosso mais sincero desejo para com Deus e a sua obra.

O papel do crente no reino

A responsabilidade do crente é buscar incessantemente o reino de Deus, em todas as sua manifestações, tendo fome e sede pela presença e poder de Deus, tanto na sua vida como no meio da sua comunidade.

Deus em nosso dia-a-dia

Que venhamos aprender a separar horas em nosso dia, ou seja: hora de dormir; hora de acordar; hora de estudar ou trabalhar; ou quem sabe nos distrair, conversando com nossos amigos e, jamais nos esquecer de ofertar alguns minutos de nosso dia ao Senhor. Isto não precisa ser publicamente; pode ser uma oração em pensamento enquanto estamos na condução; leitura bíblica no horário de almoço; louvor a Deus durante o banho; estar ligado o dia inteiro com Deus.
Que possamos andar em Espírito, dormir e acordar em plena comunhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário